segunda-feira, 25 de julho de 2011

Recordações!

Todos nós guardamos algum objecto porque nos faz lembrar algo ou alguém. Há quem guarde tudo e mais alguma coisa e há quem guarde mesmo só uma coisa pequenina para não ocupar espaço. Há, ainda, quem transforme o objecto de recordação em decoração. Também costumamos esconder ou, até mesmo, deitar fora os objectos que um dia nos trouxeram boas lembranças mas que agora só nos trazem mágoa.

Os objectos que guardamos podem ser de qualquer género: podem ser postais, sacos, pacotes de açúcar, jarras, molduras, toalhas, canecas, pedras apanhadas na praia, etc. São inúmeros os objectos que nos podem fazer lembrar um momento bem passado, uma pessoa que amamos, um sentimento agradável..




(Fonte: Google Imagens)


Na semana passada ouvi uma personagem de um novela brasileira a dizer que ia dar um objecto que a fazia lembrar a avó pois as recordações devem estar guardadas juntinhas ao coração. E eu fiquei a pensar nisto: de facto as recordações devem ser "guardadas" com muito amor e carinho e, quer se queira quer não, elas ficam para sempre no nosso coração.  Agora, quando me desfaço de alguma "recordação física", penso nestas palavras e que algo ou alguém me irá fazer recordar.. as recordações! Mas é bom ter alguma coisa física que nos faça lembrar de algo, que nos mostre que passamos um bom momento ou que o nosso esforço não foi em vão.

"Sim, eu sei que tudo são recordações" que eu guardo junto ao meu coração ou tenho algo que me as faça recordar porque, apesar de saber que o dia de hoje é o mais importante, sei que são as recordações que me ajudam a ser a pessoa que sou hoje.
E vocês, como guardam as vossas recordações?


Boa Viagem!

13 comentários:

Célia Gil, narciso silvestre disse...

Quanto a mim, há recordações físicas das quais não me consigo desfazer, principalmente objectos que foram dos meus pais, medalhas de desporto, moedas de coleção, entre outros que me acalentam o coração quando as contemplo! Bjs

paty disse...

Olá querida caminhante!Recordações..Jamais podemos esquece-las apenas adormece-las e só nos lembramos delas de vez em quando principalmente quando não são muito boas e nos provocam mágoas...Em relação aos objectos também tenho alguns que guardo com muito carinho e aliás tenho um que era de minha avó e que o tenho exposto na minha sala até hoje.
Beijinho grande

Catarina - ReceitaseSaboresdoMundo disse...

Eu guardo alguns objetos recordações... Dos meus avós, ate coisas minhas que me fazem lembras coisas felizes : )

Beijinhos Caminhate e boa semana!

ana disse...

Normalmente guardo as recordações fisicas.Depois há alturas (como qd mudei de casa) que penso vou desfazer-me desta "tralha" toda. mas acabo por não o fazer e lá vai tudo para uma caixa ou gaveta.
bjs

Caminhante disse...

Célia, também existem "recordações físicas" das quais não me consigo desfazer. Houve uma vez que me iam deitando fora um objecto muito querido e eu fartei-me de chorar. Hoje guardo-o religiosamente.

Paty, às vezes as recordações estão tão adormecidas que só nos lembramos delas quando vemos ou ouvimos algo que nos as façam recordar (e por vezes não queremos que isso aconteça).

Catarina, é bom guardarmos coisas que nos façam felizes. Muitas vezes quando estamos tristes, basta olhar e ficamos logo melhor.

Ana, é parecida comigo nesse aspecto. Também me tento desfazer de algumas coisas. Faço uma escolha selectiva e por vezes consigo. Noutras penso que numa outra altura logo me desfaço delas :)

Beijinhos a todas.

Viciante disse...

Eu, por norma, não sou muito dada às recordações fisicas... Não guardo postais ou cartas, apago sms, não guardo bilhetes nem programas de festivais... Não guardo pedras ou qualquer outra coisa que me faça lembrar algo. As minhas recordações estão comigo, dentro do meu coração e isso é o mais importante.
No entanto tenho 1 coisa da qual não me desfaço mesmo: o meu boneco de peluche, que dormia comigo, que ia passear comigo, que ia de férias comigo... Uma vez até fez o meu pai andar mais 100km (mais ou menos) para o ir buscar ao hotel onde estavamos a dormir!

As pessoas são diferentes e reagem de forma diferente às coisas!

O importante é sentirmo-nos bem com isso!

Formiguinha disse...

Olá!

Eu normalmente guardo tudo. Gosto muito de me recordar de todos os momentos da minha vida, tanto os bons como os maus, e por isso não deito nada fora. Também vivo um bocadinho das recordações.:)

Boa semana!
Beijinhos da Formiguinha

Te disse...

Eu sou daquelas pessoas que na altura quero guardar tudo quanto conseguir mas depois de algum tempo faço limpezas e deixo de achar assim tão importante guardar tanta coisa. Tenho fazes.

Mas uma coisa é certas as recordações estão sempre dentro de nós.

Beijinho.

Caminhante disse...

Viciante, gostava mesmo de ser assim por completo. Eu chego a guardar bilhetes de cinema (depois acabo por me desfazer deles). Concordo contigo: o importante é sentirmo-nos bem.

Formiguinha, são as recordações que nos fazem ser a pessoa que somos hoje em dia.

Te, é mais assim que eu sou mas tenho mesmo aquelas coisas que não me consigo desfazer.

Beijinhos para todos e obrigada pelos comentários.

Ana disse...

Olá

Guardo algumas recordações físicas mas penso que o mais importante guardamos no quentinho do coração. É bom existir a capacidade de recordar.

Beijinhos

Caminhante disse...

Olá Ana, concordo plenamente contigo.
Beijinhos

Catarina disse...

Olá Caminhante!
As recordações são para ser guardadas no coração e no pensamento! Quanto aos objectos que as vezes servem para recordação... Tenho algumas coisas que guardo mas muitas vezes acabam no lixo!
Beijinhos!

Caminhante disse...

Olá Catarina, também costumo guardar muitas coisas que acabam no lixo. Mas há outras que não consigo apesar de guardar o sentimento principal dessa recordação no coração e no pensamento.
Beijinhos