quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Quem sou eu?

Quem eu sou? No que me tornei? O que me fez ser a pessoa que sou hoje? Dúvidas que habitavam no meu ser e que ultimamente têm sido respondidas!
Nestes últimos tempos tenho tido muito tempo para reflectir sobre mim, sobre os meus actos, tenho tido tempo para, realmente, me conhecer um pouco melhor!

(Fonte: Google Imagens)

Não é fácil isto de nos conhecermos bem, porque, se quisermos, até podemos não ser sinceros connosco próprios, podemo-nos iludir e, assim, passa a ser um processo menos doloroso! Digo doloroso porque para me conhecer bem tive que pensar no que me fez ser a pessoa que sou hoje e tive que pensar no passado, lembrar-me de momentos maravilhosos mas, também, dos mais dolorosos, que se encontram fechados a sete chaves no meu coração. Consegui! Apesar de achar que é uma tarefa contínua, hoje posso afirmar que me conheço um pouco melhor que ontem e sei o que posso esperar de mim! Contudo, também, acho que nunca me irei conhecer na totalidade porque não sei qual será o meu comportamento perante acontecimentos futuros e imprevisíveis (pode ser que no dia da minha morte tenha tempo para afirmar que me conheci por completo)!

Estou satisfeita por saber como cheguei até aqui, como me tornei assim e por saber quem sou hoje!
Estou consciente e aceito todas os meus defeitos e qualidades! Sei que a minha caminhada nesta estrada da vida é longa mas tenho as bases para enfrentar qualquer desafio que apareça no meu caminho (é mesmo importante saber quem somos, aceitar a nossa personalidade e respeitarmo-nos acima de tudo)!
E vocês, sabem quem são?

Boa Viagem!

15 comentários:

O meu pensamento viaja disse...

Minha linda, o conhecimento é, de fato, uma caminhada.
Sendo-se minimamente honesto, há que reconhecer que o conhecimento passa pela objetividade, que, por sua vez, passa por despir as emoções, calar os apelos interiores, mecanizar-se feito microscópio para assim se auto-analisar.
Exige muito treino e o sucesso está longe de garantido.
A gente vai tentando ... como diz Caetano Veloso.
Beijo.

Natacha disse...

No meu caso, acho que a resposta à pergunta "quem sou eu?" dava um livro daqueles bem gordos... ou talvez uma trilogia... e mesmo assim não sei se chegaria a encontrar uma resposta muito clara! :)


Bjinhos!!

Naná disse...

Este sempre foi um dos temas que mais debati comigo mesma. Mas nos dias que correm, sei quem sou e tento sempre que possível ser fiel a quem sou. É certo que tenho consciência das abissais diferenças da pessoa que era para a pessoa que sou. No fim das contas, o que importa é gostarmos de nós, de quem somo, exactamente como somos!
E sim, todos nós devíamos fazer esta descoberta por nós mesmos!

paty disse...

Olá querida Luísa.Quem sou eu? Muito diferente do que era sem duvida, mas penso que isso faz parte da nossa evolução como pessoas, muito tenho aprendido ás vezes a minha custa outras vezes com os outros.De uma coisa tenho a certeza quero cada vez mais ser uma pessoa melhor,embora tenha alguns defeitos que sei que há partida ficaram comigo para sempre, mas tudo pode mudar, quem sabe.....Beijinho grande :))

AVOGI disse...

CAMINHANTE
Nao consigo aceder nem vejo os avatares dos teus seguidores, voltarei aqui
kis .=)

Manuela disse...

Querida Luisa, eu estou consciente de mim, mas por vezes tenho reacções que me deixam a mim própria, admirada! Acontece a todos, verdade? ;)

Célia Gil, narciso silvestre disse...

Fico contente por se ter encontrado, porque é uma questão muito difícil de resolver. Quanto a mim, estou em constante procura e descoberta, só perante algumas situações nos vamos conhecendo melhor, mas nunca por completo, porque o ser humano surpreende-se sempre até a si mesmo! Bjs e parabéns pela bela reflexão!

Lúcia disse...

Acho que nunca nos conhecemos suficientemente bem ou totalmente,pois as nossas atitudes estão em constante mudanças.
Eu adoro estar sozinha e tenho o previlegio de estar muitas vezes sozinha, ou como costumo dizer estou acompanhada pela minha pessoa e nesses momentos gosto de reflectir sobre tudo o que me tem acontecido, bom e mau, daí tenho tirado algumas lições para melhorar como pessoa, mas o que hoje penso estar certo amanhã poderei ter uma opinião totalmente oposta. Daí dizer que nunca nos conhecemos totalmente.
bjo

Mafalda S. disse...

Só para te dizer que publiquei agora o selo que me enviaste. Obrigada. Adorei!

Caminhante disse...

Nina, auto-análise é um processo muito doloroso, pelo menos para mim, que consigo mais depressa identificar os meus erros do que as minhas glórias! O sucesso de me conhecer totalmente acho impossível, tal como disse, talvez no dia da minha morte :)

Natacha, eu acho que é bom sinal a nossa vida dar um livro (ou vários) é sinal que vivemos! Mas para responderes à pergunta de certeza que se escrevesses uma trilogia alguma coisa irias ficar a conhecer bem em ti :)

Naná, tentar ser fiel a nós próprios nem sempre é fácil mas acho que não é impossível. Concordo plenamente com as tuas duas últimas frases!

Paty, acho que as outras pessoas são muito importantes para nos fazerem conhecermo-nos melhor! Um bom ponto de partida para sermos pessoas melhores é nos aceitarmos como somos!

AVOGI, muito obrigada pela visita!
Se eu puder fazer alguma coisa para conseguires veres isso é só dizeres.

Manuela, disseste tudo numa frase! Estarmos conscientes de quem somos é muito importante mas, por vezes, acontecem coisas que nos provocam reacções diferentes, por isso é que eu digo que não me conheço por completo!

Célia, sei e aceito a pessoa que sou hoje! Mas como vou agir amanhã? Tenho as bases mas como diz:"o ser humano surpreende-se sempre até a si mesmo".

Lúcia, tal como tu, também, passo algumas horas com a "minha pessoa" (é mesmo isso que sinto) e, também, acho quenão nos conhecemos por completo por não sabermos quais serão os nossos comportamentos em certas situações.

Mafalda S. muito obrigada! Vou espreitar!

Muito obrigada a todas pelos comentários! Beijinhos

Sexy na Cidade disse...

sei =) e amo cada segundo.

Maria

♥ Danizitha disse...

já andei assim perdida, mas já me encontrei ;)

Sissamar disse...

Tenho dias que acho que sim, outros que acho que não, tenho dias em que estou-me nas tintas para o que dizem e acham de mim ou daquilo que faço, tenho outros em que isso me destrói por dentro... se calhar é assim mesmo que sou, uns dias sim, outros, não ;D
Beijinho

Any =D disse...

Então vou esperar para ver o meu selo publicado. Beijinhos :)

Caminhante disse...

Maria (Sey na Cidade), bem-vinda ao meu cantinho! É óptimo amarmos quem somos, é maravilhoso!

Danizitha e é uma sensação maravilhosa não é?

Sissamar, bem-vinda a este meu cantinho! Se sabes que és assim é porque já sabes que és assim :)

Any, está quase :)

Obrigada e beijinhos a todas