quarta-feira, 10 de agosto de 2011

"Deixa o mundo girar"

Porquê que nós, simples mortais, complicamos tanto o que é simples? Será que já nascemos com algum gene do género:  "complica o que é simples"?
E é tudo tão simples, o mundo já existia, o Homem transformou e complicou e nós ficámos cá com o gene  do "complica o que é simples" que assim temos drama na nossa vida. Desculpem a ironia mas, realmente, nós complicámos tanta coisa que é tão simples. Basta vivermos a nossa vida, um dia de cada vez e com um sorriso no rosto (e, actualmente, isto é complicado para muitas pessoas porque uma das invenções do Homem, o dinheiro, veio tornar isto quase impossível e destruir a vida de muita boa gente)!


(Fonte: You Tube)

Porque nós estamos aqui de passagem como diz a música (vale a pena perder uns minutos a ouvir esta música, tem uma boa mensagem! Se este blogue fosse uma série esta música seria a música de abertura).
Nós temos uma grande e absoluta certeza: que vamos morrer, por isso, vamos viver a vida, vamos deixar o nosso mundo girar, como queremos e podemos e vamos enfrentar a vida com um sorriso.

Não, não vou complicar mais a minha caminhada nesta vida, vou deixar o meu mundo girar conforme tiver que ser e vou enfrentar o meu dia com um sorriso porque afinal eu estou de passagem!
E vocês, complicam tudo ou deixam o mundo girar?


Boa Viagem!

3 comentários:

Denise disse...

Eu confesso que por vezes complico!
Mas gosto muito da música! :)

**

saboracasa disse...

Eu faço os possiveis para simplicar a vida, tanto a nivel pessoal como profissional. A vida tem tantos obstáculos naturais que tornam a vida menos boa, que sentido tem em complicar.
O português em geral gosta de complicar e gosta de se "chorar" por isso. Penso que faz parte de uma cultura e genética também ... pois a minha filha mais velha está sempre a complicar a situação mais simples que existe, e eu estou sempre a contrariar esta tendência.
A vida é corta,.... porque não aproveitar ao máximo :
até breve
Paula

Caminhante disse...

Denise, o difícil é não complicar :)

Paula, é verdade, a grande parte dos portugueses gosta mesmo de "chorar" e é sempre "coitadinho" :)
A tua filha mais velha é adolescente? a adolescência é a pior fase, é aquela em que complicamos mesmo tudo.. :)

Beijinhos e obrigada pelos comentários :)