quarta-feira, 15 de julho de 2015

Não me interessa (ou não)..

Um dia quero mesmo não me importar com o que os outros pensam de mim. Mas quero fazer isso realmente. Não quero fazer como muita boa gente que conheço, que diz que não se importa mas que lá no fundo vivem aterrorizados com o que os outros possam vir a pensar. Deve ser um processo moroso mas tenho esperança que daqui a alguns anos o consiga fazer verdadeiramente. O que custa é começar, pôr as coisas para trás das costas e pensar realmente no que queremos para nós e no que nos faz felizes.

(Imagem: Daqui)



As pessoas que não se preocupam com os pensamentos alheios são de facto mais felizes, são sinceras e transmitem, naturalmente isso. Eu quero ser assim. Verdadeiramente. Continuando a respeitar os outros mas à espera que me respeitem e que, em vez de colocarem os olhos em mim e falarem sobre mim, que se dediquem às suas vidas. Mas isto é assustador. Quantas vezes pensamos que nos conhecemos e depois, afinal, não somos assim como pensamos? Já me aconteceu algumas vezes, pensei que soubesse quem era, que não me importava mas, afinal não estava preparada.. E o quanto custa admitir isto? É difícil e até pensamos que é fraqueza.. Mas agora sei que não. Não sou fraca, sou apenas imperfeita e tenho momentos menos bons. Todos temos! Mas é bom parecer que não temos, que estamos sempre bem e pensarmos que não nos importamos com o que os outros pensam de nós!

Longo é o meu caminho para atingir este objectivo! Vou é começar já a incutir isso no meu menino. Com um ano é uma esponja e assim o seu caminho não será tão penoso! Respeito, sinceridade, felicidade por nós mesmos e pelo próximo.

Boa Viagem!

2 comentários:

Cláudia disse...

Eu até nem me importo muito. E quando sei que não gostam de algo em mim, tenho por hábito fazer pior para provocar.
Mas ao fim e ao cabo, faço o que quero. E se eu me sentir bem, então tudo bem =)

Força com isso!

Beijocas

Timtim Tim disse...

Tenho 42 anos e cada vez me preocupo menos. Vamos lá com o tempo.